Mental Wings

>> segunda-feira, agosto 29, 2005

Hoje vou apresentar um conjunto de técnicas para melhorar o rendimento desportivo na escalada em rocha.
A maioria dos meus caríssimos leitores já nem estarão a ler esta frase, porque acharam que não era nada com eles. Pois enganam-se. Não sabem o que perdem. Acontece que estas técnicas, como veremos adiante, são igualmente aplicáveis no dia a dia, incrementando em muito o rendimento da nossa vida.
A melhor maneira de melhorar a performance em quase tudo é melhorar a qualidade da atitude mental. Em termos de escalada, as seis seguintes regras, aplicadas no seu conjunto, poderão equivaler à retirada do peso de 5 quilos que levamos habitualmente às costas sem darmos conta. Daí o nome Mental Wings.




1 - Separa a tua auto-imagem da tua performance
Muitos escaladores ficam tão agarrados a uma imagem de sucesso que já não aguentam a pressão e começam a falhar muito mais que antes. Separar a auto-imagem da performance obtida permite escalar com mais prazer independentemente do resultado, o que implica normalmente a obtenção de melhores resultados.
2 - Rodeia-te de pessoas positivas.
Os teus pensamentos e acções vão influenciar os que te rodeiam e vice-versa. Isso, no meu caso, aplica-se nos 2 sentidos. Sei que quando escalo com gente positiva (como o meu grande amigo Carlitos) escalo mais, melhor e com mais prazer e sei que quando eu próprio estou mais positivo (sendo que estou com muita frequência negativo) ele também escala melhor. Aqui fica expresso o voto de conseguir cumprir mais vezes esta dupla regra.
3 - Alarga a tua zona de conforto
Se nos limitarmos a escalar as vias em que estamos à vontade a escalada é só prazer, mas não avançaremos mais no nível atingido. Para o fazermos é necessário empurrar os limites da zona de conforto, aceitando melhor o sofrimento mental e físico imprescincível à progressão. Isto significa, tentar o que anteriormente parecia impossível. Ficaremos com uma nova visão do que é possível.
4 - Avalia e gere proactivamente o teu risco
Sempre que conseguires prever o risco e preparar-te para ele, acabarás por minimizar o risco que corres.
5 - Fortalece a tua confiança
O teu grau de auto-confiança é principalmente baseado na tua auto-estima e nos pensamentos que tens minuto a minuto e dia a dia. Pensar nos insucessos e dizer para si próprio não consigo, baixa a confiança e é a semente do insucesso. Focares-te nos sucessos já obtidos, sentindo o prazer que isso deu, conduz a sentimentos de grande confiança. Visualizar ao longo do dia, todos os dias, os grandes sucessos do passado, escalando ou não, é a melhor forma de redesenhar e fortalecer a auto-confiança para obter sucessos em todos os futuros esforços.
6 - Sê alegre, independentemente das situações e dos resultados
No que diz respeito à escalada, a atitude é um trunfo que compensa qualquer falta de técnica ou de força. Mas não podemos esquecer a importância de ter gozo no que se faz. Em princípio, escalamos porque isso nos dá prazer, mas muitos acabam por só sentir prazer quando estão a ganhar. Um grande segredo para escalar cada vez melhor é fazê-lo de forma apaixonada, sem condições. Faz de cada dia de escalada um grande dia, independentemente dos resultados e, normalmente, conseguirás atingir os que pretendes.

Eric J. Horst, o autor destas regras, diz:
"Nos meus 25 anos de escalador, a maior conquista ocorreu quando eu percebi que quase todas as técnicas e estratégias mentais que aprendia com a escalada podiam ser aplicadas em outras áreas da minha vida. Acredito que o processo de escalar é uma metáfora da vida. Se transeferirmos as técnicas mentais da escalada para a vida, atingiremos igualmente nesta os nossos objectivos. Desejo-vos o melhor na rocha e na busca do vosso Everest pessoal."


Ver mais...


PS - Dedicado ao meu companheiro de escalada, que é a pessoa mais positiva que conheço. Obrigado pela imensa pachorra.
ZM

6 comments:

jazzwoman 8/29/2005 3:11 da tarde  

Há muitos anos atrás (era eu uma jovem!) fiz um curso de espeleologia e tive oportunidade de fazer algumas escaladas...devo dizer que na altura a experiência contribuiu bastante para o aumento da minha auto-estima que andava muito por baixo!
Tenho pena que por questões de saúde não possa voltar a praticar mas recomendo vivamente a todos que o possam fazer!

Ahraht 8/29/2005 6:46 da tarde  

Este post é de mestre. Que é o que devias de ser...um Mestre.

Aquele abraço.

Azenhas 8/30/2005 10:24 da manhã  

..May the FORCE be with you, master ZM.

Azenhas 8/30/2005 11:06 da manhã  

zm said...

Para quem, como eu, já quase não tem cabelo, o que é que se faz? Achas que arranje uma cabeleira?
Um abraço.
ZM


Amiga ZM, cabeleira é coisa de pobre. Nós as ricas fazemos extensões!

Consulte a sua cabeleireira e peça extensões loiras. Já poupa nas madeixas.

Outro abraço,

Azenhas

CP,  9/01/2005 9:53 da tarde  

Uma atitude positiva ajuda-nos sem dúvida alguma a encarar a vida de uma melhor forma!
Para desgraças, já bastam todas aquelas que nos apanham diariamente e que nos tentam derrubar de uma forma ou de outra.

Há que ser forte, mas também flexivel para continuarmos em frente e podermos sorrir perante as dificuldades que se nos impõem.

Essas seis regras, parecem-me ter a maior importancia, o difícil é não serem esquecidas e poderem nos acompanhar diariamente para todo lado!

Obrigado

sushi lover 9/06/2005 11:42 da manhã  

LOL, lendo só os títulos pode-se dizer que devíamos aplicar essas "técnicas" à VIDA em geral!
eu tento, pelo menos!
Ok, um dia destes vou tentar arriscar-me nessa coisa da escalada... Eu sou mais trekking... urbano! (Shame On Me!)

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP