Loja das Calças

>> quarta-feira, junho 29, 2005


Até ao 25 de Abril não era muito comum o uso de calças de ganga. Pelo menos lá por casa era mais habitual a "bombazina", normalmente com umas belas joelheiras de napa, compradas no Sr. Miguel. Acho que as primeiras calças de ganga que vi foram umas que o meu pai trouxe de Espanha, onde esteve uns tempos deslocado.
Por volta de 1980 abriu na Amadora uma loja chamada Loja das "calcas", na rua que levava à "estação velha" e ao Super mercado dos chineses (estávamos a 25 anos das lojas do chinês a pulularem como cogumelos).
Durante cerca de uma década seria aí que compraríamos as nossas calcas de ganga.
Hoje lembrei-me particularmente das Lois porque eram, pasme-se, AZUIS! Eram daquele azul indigo, que até tingia os ténis Sanjo. Eram grossas como a lona dos toldos de Carcavelos, ainda sem arrastão, e levavam 5 lavagens a domar e a tornarem-se confortáveis.
Lembrei-me disto por ter comprado agora umas calças de ganga, que já não usava
há anos. Fui à Zara, claro está. Num centro comercial. Os modelos disponíveis far-me-iam parecer extra-terrestre em 1980. Gostava de conseguir lembrar-me do preço das primeiras que comprei. Tenho quase a certeza que não chegaram aos quinhentos paus. Sim, 2.5 €!
O tempo vai deixando discretamente as marcas indeléveis da sua passagem, mas parafraseando a minha mãe, à laia de compensação: O diabo não sabe muito por ser diabo, sabe muito por ser velho.

ZM

PS: O Arrumario tem andado mal da saúde, por isso são tão escassos os posts.

4 comments:

daniel 6/29/2005 12:58 da tarde  

Estimo as melhoras a este arrumário meio desarrumado... a precisar de férias para ganhar fôlego.

O mundo gira, uns vão outros ficam mas a marca fica lá, para sempre.

manamagana 6/29/2005 1:45 da tarde  

Calças que simbolizavam a liberdade, a rebeldia, a determinação. Que constituiam a materialização da América, naquele tempo, o espaço da modernidade desejada, da curiosidade, do fascínio (ingénuos que já fomos!).
Tive as minhas primeiras calças com marca pronunciável e reconhecível já andava pelos 17 anos. Gostei tanto de as domar que as usei até ao limite.

Gosto destes teus posts que nos avivam a memória. Afinal a vida é feita destes pequenos nadas que nos marcam os dias e as identidades.

um grande beijinho de melhoras!

Ahraht 6/29/2005 9:35 da tarde  

O segredo se te contasse deixaria de o ser, mas prometido é prometido...relaxa.

Olha amigo! E os Pirinéus não foram adiados por causa dessa doença ora não? É que se foram arranja lá uma forma qualquer de lá ires bater com os costados que aquilo é demais....

mana +,  6/30/2005 1:13 da tarde  

eu ainda me lembro que detestei as minhas calças de ganga trazidas é verdade de Espanha com um cinto de cabedal e fivela de ferro:"west side".
e sabes? ainda tenho esse cinto!
as calças é que não.Ora bem!
Os jeans do meu filho são "baggis" ou seja de corte direito muito amplos a cairem por ele abaixo e de preferencia com a cuéca a aparecer!
Estas modernices...
bjocas e boas férias.

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP