100.000Km

>> sexta-feira, março 09, 2007



A minha velha Transalp, que está a comemorar o seu 10º aniversário, completou ontem o redondo número de 100.000Km de alcatrão (e alguma terra).

Comprei-a usada, com 18.000Km (marcados), há 5 anos. Os cerca de 82.000Km que fiz com ela ficam ilustrados nestes números:

  • 4.200 L gasolina sem chumbo 95
  • 40 L óleo
  • 1300 horas de condução
  • 2 voltas completas à Terra sobre o equador
  • 3 jogos de pneus
  • 3 kits de transmissão
  • Diversos jogos de pastilhas
  • Muito óleo de corrente
  • Anos ganhos em filas de trânsito e à procura de estacionamento


Se mais portugueses seguissem o meu exemplo e andássemos todos mais de mota, haveria menos poluição e o trânsito não estaria o caos que está. Provavelmente haveria menos gente mal disposta por aí.

Bom fim-de-semana.

ZM

6 comments:

allegro ma non troppo,  3/10/2007 7:19 da tarde  

É curioso (ou talvez não...).Quando olho para um velho amigo não penso nele propriamente dito mas no tempo que passei com ele...os pneus já gastos e os que ainda iremos gastar pois o Universo é ilimitado.

luisa lourenço 3/10/2007 11:07 da tarde  

Mas também haveria muitas namoradas (ou namorados, que também as mulheres andam de mota...) e mães com o coração das mãos! Desculpa lá a franqueza... O Ricardo que vá de comboio e depois de camioneta e depois a pé, eu ofereço-lhe um Ipod e ele poupa o ambiente... talvez não tanto a cabeça, mas enfim!
De qualquer maneira, eu apoio-te e dou os parabéns à mota!

Nana 3/12/2007 9:05 da manhã  

Também hà bicicletes e algumas até são electricas para ajudar nas subidas !
Eu utiliso os transportes em commum sempre que posso : Metro, autocarro, comboio (TGV).
Mas também uso o meu carro pouco ecologico ... (uma no ferro, outra na ferradura !)

lagarto 3/13/2007 10:40 da manhã  

Cada cabeça, a sua sentença... fazes bem se te anima a alma e foges ao trânsito.

Na família tb tenho motards convictos (e... pais de família). Isso apenas modificou o meu comportamento face às duas rodas: facilito-lhes sempre a passagem porque, geralmente, circulam mais rapidamente. Custa-me vê-los a serpentear no trânsito ou a fazer manobras perigosas. Contudo, creio q uma boa parte deles são conscenciosos.

Quanto à liberdade de condução num dia de Primavera... bom, não sei, eu prefiro abrir as janelas e ter uma "lata" maior e mais segura...

Zepa,  3/13/2007 11:21 da manhã  

Essa mota é uma resistente!!
E tu estás de parabéns por seres um cidadão eco-consciente... o que eu já sabia há muito :-)

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP