Incêndio em Sintra

>> sábado, agosto 25, 2007

Na quinta-feira, dia 23 de Agosto, houve um grande incêndio aqui em Sintra. As chamas andaram a lamber os quintais de alguns vizinhos muito próximos e deixaram marcas fundas em alguns outros amigos que vivem um pouco mais distante. Recebi por mail esta primeira imagem, onde se vê bem o meu bairro com as chamas por trás. Foi enviada pelo Pedro Cabral, a quem agradeço, e dá uma ideia de proximidade das chamas que não é bem real, já que a perspectiva está muito esmagada pela objectiva.



Mais tarde o fogo haveria de chegar realmente perto de Nafarros, tendo chegado a consumir parte dos quintais de alguns vizinhos muito próximos.
Eu, inquieto pela progressão das chamas, saí mais cedo do escritório e vim dar apoio aos vizinhos e à família. Tive que percorrer um longo caminho para fugir às barreiras que havia nas estradas. Já à vista da Quinta Verde, o aspecto do incêndio era este:



Nesta altura já o vento empurrava o fogo para o lado de Mourelinho e Carrascal, mas o festival aéreo continuou por mais algumas horas sobre Nafarros. Só deixámos de ouvir a aviação já perto das 21:00h.



Podem ver mais algumas fotos do acontecimento no excelente blog Rio das Maçãs.

Foi um grande susto. Observando os estragos, parece impossível como foi tão complicado controlar um incêndio que se propagou essencialmente em mato rasteiro. Eu não percebo nada de combate a incêndios, mas diria que com os mesmos meios e a mesma coordenação, se a coisa calha a ter chegado à Serra, ainda hoje lá haveria chamas e não teria sobrado nem uma só árvore de pé. Isto para não falar no imenso património que se perderia entre as cinzas. Mais do que o susto do próprio dia, ficou-me essa profunda insegurança. Hoje sei que qualquer doido, escolhendo as condições climatéricas adequadas, pode destruir toda a serra de Sintra com um isqueiro Bic.

A vida continua, mas há agora um novo medo, que nos endurece o travesseiro.

ZM

2 comments:

pedro macieira 8/25/2007 11:05 da tarde  

Agradeço a referência simpática ao Rio das Maçãs.
Um abraço

rnpv 8/28/2007 1:13 da manhã  

Também não percebo muito de incêndios mas o meu pai que até percebe e que vive na várzea e teve as chamas ao lado do muro disse que enviar três bombardeiros de seguida para apagar as chamas só podia acontecer ou na quinta da marinha ou em sintra...acho que até tiverem sorte!

*

O míudo está lindo e a míuda encantadora...

P.S- Já experiemtaram o pão de almoçageme às 18h, na merceiria ao lado de um café quando se vai para a Adrga? Vale a pena ;) Dura dois dias pelo menos!

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP