Mais uma de Jorge Palma

>> segunda-feira, Junho 12, 2006

Uma das melhores cantigas do grande Jorge Palma:

Quando a janela se fecha e se transforma num ovo
Ou se desfaz em estilhaços de céu azul e magenta
E o meu olhar tem razões que o coração não frequenta
Por favor diz-me quem és tu, de novo?

Quando o teu cheiro me leva às esquinas do vislumbre
E toda a verdade em ti é coisa incerta e tão vasta
Quem sou eu para negar que a tua presença me arrasta?
Quem és tu, na imensidão do deslumbre?

As redes são passageiras arquitecturas da fuga
De toda a água que corre, de todo o vento que passa
Quando uma teia se rasga ergo à lua a minha taça
E vejo nascer no espelho mais uma ruga

Quando o tecto se escancara e se confunde com a lua
A apontar-me o caminho melhor do que qualquer estrela
Ninguém me faz duvidar que foste sempre a mais bela
Por favor, diz-me que és alguém, de novo?

Quando a janela se fecha e se transforma num ovo
Ou se desfaz em estilhaços de céu azul e magenta
E o meu olhar tem razões que o coração não frequenta
Por favor diz-me quem és tu, de novo?

Jorge Palma


Para quem se propunha a postar pouco por falta de disponibilidade, ando aceleradíssimo.

Mais uma vez, boa semana.
ZM

2 comments:

Maçã de Junho 6/12/2006 3:47 da tarde  

Mais um belo poema do cantautor Jorge Palma. Parabéns pela selecção:)
Toda a sua agenda artística em www.jorgepalma.pt.vu
newsletter: contactar ladoerradodanoite@hotmail.com

Zebigleb 6/17/2006 9:36 da manhã  

Boa dias (?)

I've spend a nice time today visiting your blog - Obrigado !

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP