Viver no Campo V

>> segunda-feira, abril 22, 2013

Ontem fomos visitar uns amigos que moram e têm horta na aldeia do Penedo.
O dia chegava ao fim, o Sol foi mergulhando no horizonte, aparecendo a espaços e pintando tudo com a sua luz doirada.
A horta é magnífica, a companhia foi muito agradável, os putos fartaram-se de brincar e aprendemos mais algumas coisas sobre o tipo de agricultura que queremos fazer.
A vida tem horas mágicas, que nos ficam a ecoar na memória, mesmo volvidos muitos dias. Estas foram dessas.
Acabámos todos juntos a comer hortaliças colhidas minutos antes.
Um luxo, um verdadeiro luxo.

DSC_8121

DSC_8124
Os meus 3 junto da água, como sempre. Em segundo plano, aulas de agricultura biológica.

DSC_8127
Uma ferramenta curiosa, que parece funcionar muito bem. Ficámos interessados em testar.

DSC_8128
A diversão da canalha.

DSC_8129
Um canteiro muito misturado, mas com muito bom aspecto e bastante eficaz na prevenção das pragas.

DSC_8130
Alimento para a hortaliça.

DSC_8131
Umas belíssimas favas, muito direitinhas (as nossas estão todas tombadas).

DSC_8134
E continua a aventura.

DSC_8138
Retrato do Simão.

DSC_8140
Outro.

DSC_8142
Detalhe do ciclo de envelhecimento e renovação da horta.

DSC_8145
Um quadro impressionista, pintado com as cores do final do dia.

DSC_8147
A porta de um paraíso. Pintadas de ouro, as moças deixam a horta.

A transição está a passar por aqui. Não a percam.

6 comments:

Pedro 4/23/2013 12:48 da manhã  

Aquela sombra das dracenas (?) sobre a parede rosada está linda.

Jose Maria Oliveira 4/23/2013 6:52 da manhã  

Parece fogo de artifício, não é?

rosa 4/23/2013 12:21 da tarde  
Este comentário foi removido pelo autor.
rosa ramos 4/23/2013 12:23 da tarde  

Estão lindas! Gosto particularmente da foto da porta.

Sara 5/16/2013 1:16 da tarde  

Eu acho que essas coisas são únicas na vida e você tem que apreciá-los, espero ter a possibilidade de que em algum momento, pode começar a fazer uma viagem como essa, espero conseguir um Aluguel temporada buenos aires

paulomontanha 6/04/2013 10:59 da tarde  

olá Zé Maria, recebi este post com um sentimento de alegria no coração, alegria pelos momentos que vivemos nesse dia, pelas brincadeiras das crianças, pela generosidade da vida, só agora comento pois nem sempre é fácil falar sobre os nossos lugares magicos, passado um mes e meio o faval está com 1,60m de altura e a dar favas como se não houvesse amanhã e o resto da horta está exuberante. é realmente um local magico, magico porque as crianças brincam e aprendem nele em harmonia com a natureza, magico por recebermos amigos e partilharmos com eles o que a terra nos dá, trocando conhecimentos e experiências, aprendendo a cada dia com a terra e com a relação entre todos os seres vivos que povoam a nossa horta, pois não estamos sós e há abundância para todos, percebemos que todos tem uma função desde a lesma que se esconde por debaixo da alface até à rã que nos alegra os finais de tarde com os seus cantares na margem dos tanques.
Grato por ter esta experiência de vida

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP