Pai galinha

>> segunda-feira, outubro 16, 2006



Quando lidamos diariamente com crianças, rapidamente nos apercebemos de que aquilo que julgamos que eles entenderam de uma forma poderá ter sido entendido de outra totalmente diferente. O mundo interpretado por uma criança de 4 anos é surpreendente e não encaixa bem nos cérebros adultos e habitados por fantasmas, macacos e outras entidades do mesmo género.
É por isso que é tão interessante e revelador olhar para os desenhos das crianças. O que se vê num desenho infantil, salvaguardadas as limitações de coordenação motora, é talvez o mais próximo que conseguimos chegar da percepção infantil do mundo e isso a mim comove-me até às lágrimas.
É justamente nesse estado lacrimoso que a Madalena decidiu desenhar-me nesta fantástica gravura. Segundo ela, isto é o pai, quando bébé, a chorar porque não lhe davam papa (estando ele esfomeado, evidentemente). Parece que os riscos que enchem o corpo são os pelos!
Agora já sei que a Madalena conhece a expressão pai-galinha e me vê coberto de pelos, qual Tarzan Taborda de Nafarros. Saber isso é uma excelente plataforma de entendimento daqui para a frente.
É por estas e por outras que amamos os nossos filhos desta forma quase dolorosa.
Um beijo especial para a artista.
ZM

5 comments:

Quica 10/17/2006 12:29 da tarde  

"retrato" bonito este que a tua filha fez de ti. ela é muito sensível aos pormenores...
Beijos grandes para vocês.

Rosario,  10/19/2006 7:21 da manhã  

Que lindo pai !
Também tenho um desenho do mesmo genero, feito pela couet-couet !

Nana 10/26/2006 9:47 da manhã  

Està optimo, o retrato !
E logo se vê que a filha tem a sensibilidade herdada do pai !
Beijocas e 1000 saudades

Nana 10/26/2006 9:49 da manhã  

so mais uma coisa, também se vê que era quando eras pequeno, pois os pêlos-cabelos, esses jà "voaram com o vento" ...
:D

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP