Convento do Carmo de novo

>> sexta-feira, outubro 06, 2006

Em Maio do ano passado coloquei aqui um post sobre o Convento do Carmo, em Gigarós, que veio na sequência da publicação de uma foto de um edifício que eu não sabia o que era.
Várias pessoas, simpaticamente, informaram-me de que se tratava do Convento do Carmo, sobre o qual eu sabia que tinha mais informações e acabei por ganhar muito com este post. Por um lado fui investigar mais sobre o assunto, agora que conhecia o nome do edifício, por outro, conheci pessoas com quem mantenho contacto e que continuam a ser excelentes fontes de informação e bons blogoamigos.


Recentemente passei de novo por lá, com a máquina a jeito. Aqui fica uma imagem do excelente estado em que está este convento.


Parece que se trata de um proprietário americano. Nestes casos, vale mais que o património passe para mãos estrangeiras do que caia redondo no chão, como tem acontecido com tanta coisa aqui na zona (lembro-me de repente do triste exemplo do chalet da Condessa D'Edla, no Parque da Pena ou dos edifícios que continuam embrulhados nas telas do Leonel Moura, bem no meio da Vila Velha de Sintra). É que os tais proprietários não podem fugir com os edifícios e pelo menos tratam deles de uma forma que parece que os nacionais não conseguem fazer.

Prefiro que o património imóvel passe de mãos e sobreviva do que se mantenha em mãos nacionais a cair de podre. É um bocadinho salomónico, mas parece-me melhor.

Se puderem, passem por lá. Só pela vista já vale bem o passeio.

ZM

3 comments:

Anónimo,  10/06/2006 10:52 da tarde  

Olá ZM, com sempre muito bem observado, e acrescento que o perigo não são os estrangeiros mas sim o Estado, o Grande especialista em deixar cair e normalmente quando tenta conservar faz mal feito.

Um abraço,

MAP

Anónimo,  10/07/2006 6:09 da tarde  

Tenho um primo que vive no Penedo e tem a mesma opinião. O proprietário vende ao estrangeiro e não ao português (para lhe sacar mais uns cobres); ainda bem, diz o meu primo, porque é maneira das quintas não cairem de podres como quando somos nós a tratar delas...

PMBC 10/08/2006 10:36 da tarde  

É bom ver a casa recuperada.
Ficam as saudades de quando a população miúda da Eguaria ia tomar banho ao tanque da Quinta do Carmo (apesar de meio abandonada) e da Presa da Duquesa.

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP