Lobo Antunes no seu melhor

>> quinta-feira, outubro 20, 2011



Os livros do Lobo Antunes, que eu adorei até certo ponto, deixaram há algum tempo de ser legíveis. Será porventura culpa minha, falta de paciência para a desorientação narrativa que me causam, mas a personagem Lobo Antunes continua a encantar-me. Esta entrevista mexe nas feridas, mas saímos dela mais crescidos. Recomendo vivamente.

2 comments:

Rosario 10/21/2011 9:02 da tarde  

Obrigada pela proposição, gostei bastante de o ouvir ! :)

Anónimo,  10/22/2011 8:11 da manhã  

e para quem nasceu em Angola como eu e teve que conviver com milhares de jovens vindos da metrópole, ver rostos e corpos desfigurados de tristeza, dor e sofrimento...ainda hoje pergunto o que me quationava sempre numa tentativa de reconcialiação: Porquê e para quê? PObres jovens...pobres familiares e maldita guerra!

Obrigado Lobo Antunes por teres sido o que foste na flor da idade... e como és hoje com narrativas um pouco complexas...quando como simples Alferes e médico tratavas de igual modo um camarada como ao que apelidavam de um "terrorista"!

Obrigado Zé por partilhares que ouvi ao até ao fim, embora não suporte Mário Crespo que é muito emperrado nas suas entrevistas.

Um abraço
(F)

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP