A espera de gado do S. João

>> terça-feira, junho 28, 2011

No dia 24 de Junho, como parte da celebração do solstício de Verão aqui da ilha, dentro das famosas Sanjoaninas, faz-se uma espera de gado que começa na rua onde moro e termina no Alto das Covas.
Aqui ficam algumas fotos da edição deste ano.

DSC_4147
Há sempre o célebre espantalho que toireia os toiros logo no início do percurso.

DSC_4148
Estas são as "gaiolas" que trazem os toiros para a cidade.

DSC_4149
Cromo #1

DSC_4150
Cromo #2

DSC_4154
Gosto particularmente desta foto. Gosto da diagonal e da dinâmica de quem toireia.

DSC_4157
O chamado "quinto toiro". Neste caso o sétimo, uma vez que a largada é de seis toiros ao mesmo tempo.

DSC_4161
Ora cá estão eles.

DSC_4164
Aqui temos um retrato de um dos bichos, com o Prenda do Infinito em segundo plano.

DSC_4165
Lá atrás vemos o Ti Chico que se safou por pouco de levar uma valente cornada uns segundos depois.

DSC_4171
Também gosto muito desta foto. O toiro não estava a investir, como se percebe pela posição, estava mesmo parado com o espantalho nos olhos. Parecia o Simão a fazer "o Simão não está cá...".

DSC_4174
Retrato em grande plano.

DSC_4178
Aqui está um toiro a investir, para verem a diferença da foto ali de cima.

DSC_4182
Sente-se uma tensão nesta imagem que me agradou no momento do click.

DSC_4184
Percebe-se o calor na cara dos bichos.

DSC_4185
Aqui com mais detalhe.

DSC_4190
A assistência também tinha focos de interesse fotográfico :-)

Não sou adepto deste tipo de actividade, como sabem (ou calculam) os leitores habituais do espaço, mas neste caso o interesse era fotográfico, e isso é de facto um desafio. Gostei mais das fotos deste ano do que das do ano passado, o que dá uma indicação daquilo que muitos sabem que é "estamos sempre a aprender".

7 comments:

Miguel Bettencourt 6/28/2011 11:04 da tarde  

Aquela do Cromo #1 a afirmar que os terceirenses preferem Sagres é tanga. Eu prefiro Super Bock! :-)
Boas fotos!!

Nota: a foto de que gostas particularmente, com a diagonal e a dinâmica do toureiro (capinha como se diz por cá) não está a descair um pouco?

Zé Maria 6/29/2011 9:46 da manhã  

Está, está, e não é a única. Foi para despachar serviço. Abraço.

Luísa Lourenço 6/29/2011 10:21 da manhã  

Olá Zé,

Aventuras não vos faltam! Os vossos putos estão cada vez mais engraçados e gostei de todas as fotos... Se descaiem ou não, eu sou mesmo muito leiga no assunto!
E reparei logo nas mantas na varanda, mal da profissão! É uma das curiosidades que tenho em relação à Terceira: os trabalhos em trapos! E tudo o resto, e agora também vocês, claro!
Um beijo a todos de todos, Luísa

RS 6/29/2011 1:19 da tarde  

Zé, sendo absolutamente anti-tourada e afins não posso no entanto deixar de apreciar o teu trabalho de registo do evento. Olho as fotos e lamento que em nome da "tradição" se mantenham práticas de humilhação e maus tratos a animais, seja nos Açores, seja em Lisboa, Évora, Benavente, Salvaterra de Magos ou Lagos.

O touro que esconde os olhos debaixo do "macacão" pendurado é bem a imagem do animal que procura esconder-se do momento que vive. Belíssimo registo.

Sara MM 6/29/2011 10:36 da tarde  

Diagonais e descaídas à parte, belas fotos!
E mostram bem a diversão que aquilo é - para quem gosta, e eu gosto! Pelo menos no Porto da Espada é só rir.

Bjss

Anónimo,  8/29/2011 6:23 da tarde  

Sendo terceirense mas a viver há 10 anos no continente, lamento profundamente que as touradas ainda existam na ilha que me deu o berço. As gaiolas em que são transportados provocam-lhes muito sofrimento, mas o povo terceirenese é tosco por natureza, insensível ao sofrimento dos animais, neste caso o Toiro.
O blog está muito bom e as fotos tb.

Elizabete

Zé Maria 8/29/2011 10:52 da tarde  

Elizabete, concordo em absoluto com o que diz. O povo Terceirence está mesmo muito atrasado, excluindo as excepções, que as há, e as touradas são um claro sinal desse atraso civilizacional. Penso que o arquipélago beneficiava mais em acabar com as toiradas do que em mantê-las, mas não encontro forma de convencer as pessoas disso mesmo.

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP