Visita relâmpagao a Munique

>> sábado, junho 29, 2013

Um dos tipos de fotografia que mais me atrai é a fotografia de viagem. Adoro ver uma cidade ou outro local através das lentes da máquina. O ideal seria deixarem-me sozinho, com 3 lentes e um tripé.
É dos melhores momentos que me podem dar. É uma sensação estranha, a de que estando a fotografar nos tornamos transparentes. Sinto, sinceramente, que ninguém percebe que eu existo, mesmo se levar um tripé às costas, o que não foi o caso. Adoro passear, de olhar alerta, por uma cidade que não conheço, e retratar o que me desperta a atenção.
Aqui fica o conjunto de imagens que fiz em Munique.
DSC_9122

DSC_9124

DSC_9125

DSC_9129

DSC_9130

DSC_9131
Esta foi a primeira de uma série de 3 fotos a este casal, que não gostou nada de ser visado pela lente. Mas numa cidade estrangeira tenho uma lata acima de toda a suspeita e borrifei-me para os protestos. Ficou ou não uma foto magnífica?

DSC_9135

DSC_9136

DSC_9137

DSC_9139

DSC_9140

DSC_9141

DSC_9144

DSC_9145

DSC_9146

DSC_9147

DSC_9148

DSC_9150

DSC_9151

5 comments:

Miguel Bettencourt 6/30/2013 12:06 da manhã  

Ficou magnífica, sim. Mas não é a única, de longe. Este post é para ver e rever e rever. :-)
Abraço

RS 6/30/2013 8:18 da manhã  

A fotografia ficou excelente, sim. A questão é se deverias ter ignorado os protestos. É uma questão que se coloca frequentemente em lugares públicos, e eu tendo a acanhar-me e a nem sequer arriscar. Enfim, será que podemos e devemos fotografar quem visivelmente não quer ser fotografado? Refiro-me a retratos específicos da privacidade alheia, não me refiro a fotojornalismo, naturalmente.
Abraço!

Jose Maria Oliveira 7/01/2013 12:38 da tarde  

Rui, tenho a convicção de que quem está na rua, num local aberto, sujeita-se a ser fotografado. Em geral sou descarado nessa matéria e até agora não tenho tido grandes problemas. A privacidade alheia, como lhe chamas, não se pratica num parque público :-)
Abraço.

Álex 7/04/2013 10:35 da manhã  

o casal protestou e tiveste lata de continuar? uau! se calhar já lá iam 3 pelo que paraste e não foi mau!

Jose Maria Oliveira 7/05/2013 10:10 da manhã  

Álex, esta foi a primeira, as outras ficaram "estragadas" :-)

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP