Viver no Campo (III)

>> sexta-feira, setembro 28, 2012

Há dias, saí de casa para ir beber um café ao centro da aldeia, e para-me à frente um daqueles "papa reformas", com um velhote lá dentro que me chuta:
- Quer polvo?
Eu hesitei, mas sabendo que a minha mulher se perde por polvo, bati à janela e perguntei-lhe se ela queria polvo. Comprámos mais de 1 kg de polvo por 7€, acabado de apanhar em Cascais, segundo o vendedor de ocasião.
Os bichos foram arranjados, cozidos e assados, como manda a lei, resultando nesta magnífica travessa que comemos com gosto. Podia ter ficado mais tenro, mas de sabor estava uma delícia.
DSC_7686

DSC_7688
Aqui temos a mãe e o caganito mai'novo a caminho do parque infantil (os outros dois iam à frente do fotógrafo, excitadamente).

DSC_7690
Pelo caminho.

DSC_7692
Por alguma razão que me ultrapassa, o parque infantil de Fontanelas está fechado a cadeado. Como somos um bocado desobedientes, temos ultrapassado esse obstáculo e utilizado o espaço. Espero que não me venham prender por isso.

DSC_7694
Simão no "'correga".

DSC_7696
Simão no baloiço, com propulsão da mana.

DSC_7697
Ao final do dia, uma foto que ilustra a força do Sol, tanto na intensidade do vermelho como na silhueta de um painel solar térmico.

3 comments:

Pedro 9/29/2012 7:59 da tarde  

Para o polvo ficar tenro há que congelá-lo primeiro. Pode ser imediatamente descongelado, não perde sabor e é garantido.

Miguel Bettencourt 9/29/2012 8:02 da tarde  

Acredito que o sabor não terá andado longe do aspecto, que está óptimo.
Abraço

rosa ramos 10/01/2012 11:55 da manhã  

Boas recordações nestas fotos. A casa onde passava férias era um pouco mais à frente, e quando fizeram o parque era eu adolescente...mais ainda "brinquei" muito nele. ;)

Enviar um comentário

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP