Emmy Curl, a descoberta

>> quarta-feira, janeiro 30, 2013

Estou doido com a música desta moça:



Mais aqui e aqui.

Read more...

Lourenço e Mãe

>> sexta-feira, janeiro 25, 2013


Hoje tropecei nesta foto. Já tem uns aninhos (talvez 5). Foi feita em película e digitalizada num scanner de negativos. É preto e branco puro e duro.
Lembrou-me este post da Sara.

Read more...

A propósito do post anterior

>> quinta-feira, janeiro 24, 2013


Tenho ou não razão. Este garoto é ou não um talento?
Adoro estes bonecos.

Read more...

A arte do Lourenço


O Lourenço tem um talento (nós, pelo menos, achamos que tem): desenhar.
Há vários aspectos que me fazem perceber nele um talento particular para esta forma de expressão artística, para começar a forma como gere o espaço da folha. Ele não pega numa folha branca, começa a desenhar no meio e enche-a toda, não. Ele coloca o seu objectivo no local apropriado da folha, de acordo com o enquadramento que tem na cabeça e se for preciso deixa o resto totalmente vazio. O espaço no papel não o atrapalha.
Os detalhes dos desenhos são com frequência muito expressivos e até comoventes (talvez apenas para mim, mas são).
A visão que tem dos objectos e figuras que transporta para o papel é uma coisa inteiramente sua, original, totalmente criativa. Nunca o vemos copiar alguma coisa que viu desenhada algures. Ele interpreta sempre o que vê, de forma simultaneamente surpreendente e coerente com o que tem vindo a fazer. Fico muitas vezes de boca aberta a olhar para os seus desenhos.
Neste caso, temos o mano Simão a dormir na sua cama e a chorar, provavelmente por ter tido um sonho mau. As proporções são ou não surpreendentes?
Já sei que haverá que ache que é por ser meu filho e eu ando todo babado e piegas com as capacidades do rebento, mas eu sei que não é só isso.
Adoro as suas figuras.
Agora que temos scanner novo (usado, via OLX, claro), vou ver se cá trago mais uns exemplos brevemente.
Se for caso disso, vão passando por cá.
ZM

Read more...

Impossible is nothing!


Fiquei impressionado.
ZM

Read more...

Recantos de Sintra

>> quinta-feira, janeiro 17, 2013

DSC_7942
Castelo dos Mouros visto de um dos seus actuais acessos.

DSC_7943
Os percursos de Sintra.

DSC_7944
Muralha restaurada recentemente.

DSC_7945
Secret trail.

DSC_7946
Secret trail.

DSC_7947
Secret trail.

DSC_7949
Tapada do Couto, já muito perto do Monte Sereno.

Read more...

Inspiração



Adoro, entre inúmeras outras coisas, as texturas destas imagens. Das mãos, no início, à rocha, ao longo de todo o filme. Tocante.

Read more...

Escalada em estrutura artificial, em Sintra

>> quinta-feira, janeiro 10, 2013

Soube há pouco que o antigo muro das piscinas de Ouressa foi colocado no Parque das Merendas de Sintra. Não me parece que seja local para granjear muita afluência, mas em todo o caso, um dia destes, fomos lá dar uma saltada. Com o aproximar da Primavera, é bem provável que aumentemos a frequência das nossas visitas familiares a esta estrutura. A Madalena revelou-se uma potencial escaladora.

DSC_7938

DSC_7939

DSC_7940

Read more...

O guerreiro perdido

Este "guerreiro" foi tricotado pela mãe Raquel para o Lourenço. Da primeira vez que saiu de casa, não regressou. Ficou-se algures pelo muro de escalada do Parque das Merendas. Se ouvirem falar dele, a família agradece notícias.
É ou não é uma beleza?

DSC_7937

Read more...

Somewhere over the rainbow...

DSC_7927

DSC_7928

DSC_7930

DSC_7931

DSC_7932

Esta cena não foi encenada. Foi fotografada com uma 70-200 @ 102mm (em DX). Bem distante do objectivo. A criatividade do Lourenço não é muito diferente da de todos nós com a mesma idade. Adoro esta sequência.

Read more...

Claro!

>> quarta-feira, janeiro 09, 2013

Depois do Natal tive uma prenda diferente do habitual. Não é que eu esteja acostumado a receber meias ou pijamas, mas esta prenda foi realmente original. Uma sobrinha minha, que colabora no restaurante Claro!, convidou-me para o almoço.
Almoçar no Claro! é toda uma experiência sensorial. Desde a vista ao festival de pratos e de vinhos, passando pela luz especial da Barra do Tejo, tudo parece ter sido seleccionado para nos dar prazer.
Não sou crítico gastronómico, por isso não me preocupei em recolher detalhes informativos sobre o que me foi passando pelo palato, mas posso garantir que foi seguramente a mais requintada refeição que tive o gosto de saborear em todos os anos que já vivi. Várias entradas, vários pratos, várias sobremesas, tudo foi sendo acompanhado pelo vinho perfeito para o sabor de cada garfada, como se quem colheu as uvas soubesse já qual era o destino do vinho.
Um detalhe curioso: o pão que vai estando presente ao longo de toda a refeição é feito no próprio restaurante e não deixa nada a desejar aos pães gourmet que agora se vendem por todo o lado. A manteiga está também sempre presente, nuns pequenos recipientes que contêm manteiga e flor de sal. Suponho pelo delicioso sabor que a manteiga seja Açoriana.
Felizmente lembrei-me de fazer algumas fotos, caso contrário arriscaria pensar que tudo não tinha passado de um sonho breve.




Nas duas primeiras imagens temos aspectos de parte da sala e da vista para o Tejo. Na última a sequência de vinhos que tivemos o privilégio de provar ao longo da refeição.
Infelizmente era eu o condutor e não pude passar de dois golos de cada um, mas nem por isso deixei de sentir um imenso prazer gustativo.

O chefe Vitor Claro:

Contactos:
Av. Marginal, Curva dos Pinheiros, Hotel Solar Palmeiras, 2780-749 Paço de Arcos​
​Tel: 214 414 231

Se vos der para irem almoçar (ou jantar) à homem, na zona de Lisboa, experimentem marcar mesa no Claro! Digam que vão da minha parte, a ver se repito a experiência :-)
Como costumava dizer: se for caso disso, passem por lá (e depois contem-me).
Um luxo. Claro!

Read more...

Quando morrer...

>> quarta-feira, janeiro 02, 2013

A propósito da minha recente visita aos Capuchos, em Sintra, recebi do autor a divulgação deste pequeno filme. Não resisto a partilhá-lo.


"Quando morrer voltarei para buscar os instantes que não vivi junto do mar."

Bom ano de 2013 a todos.

Read more...

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP