Tivémos tempo para ser mais.

>> segunda-feira, novembro 26, 2012



Obrigado, Miguel, por mais esta pérola.

Não há segredos vãos
Quando te prendo as mãos
E tapo a boca

Não há palavras tuas
Que acendam as ruas
Onde a luz é pouca

Fomos feitos de algo mais
Que não tem forma nem razão

Tivemos tempo p'ra ser mais

Tivemos tempo p'ra ser mais
Roubar a carne dos chacais
És só de mim
Mas fomos tarde demais

Tivemos tempo p'ra ser mais
Roubar a carne dos chacais
És só de mim
Mas fomos tarde demais

Tivemos tempo p'ra ser mais
Roubar a carne dos chacais
És só de mim
Mas fomos tarde demais

Quando te prendo as mãos
Quando te prendo as mãos
Quando te prendo as mãos

Read more...

O decrescimento para um mundo sustentável

>> sexta-feira, novembro 23, 2012



Um excerto deste filme, via Companheiro Vasco.
Felizmente vão-se juntando mais vozes à ideia de se fazer um caminho alternativo na direcção de um futuro mais promissor para todos, incluíndo para a mãe natureza.

Read more...

Soltas de Sintra e não só

>> quinta-feira, novembro 15, 2012

DSC_7719
Esta é uma imagem que fiz na casa da minha cunhada, no Monte da Caparica, que pensei editar em P/B, mas que decidi deixar a cores.

DSC_7802
Os três da vida airada, no parque infantil de Cascais, junto à Casa das Histórias da Paula Rego, que acabaramos de visitar.

DSC_7804
Gosto da dinâmica desta imagem. O Lourenço é mesmo um atleta.

DSC_7811
O Simão a andar de alce.

DSC_7817
A Madalena dentro do tubo.

DSC_7818
Que coisa mai'linda!

DSC_7820
Os galos que andavam por ali.

DSC_7823
Um dos momentos da escola doméstica, neste caso à hora do pequeno almoço, assistindo a um vídeo sobre os Romanos na Península Ibérica, com a presença das sementeiras no primeiro plano. É uma foto pouco interessante do ponto de vista artístico ou técnico, mas que resume muito do que tem sido o clima cá de casa nos últimos tempos.

Read more...

Prazer em estado puro

>> sexta-feira, novembro 09, 2012

Read more...

Grow-up undamaged

>> quinta-feira, novembro 08, 2012

"We wanted our kids to grow-up undamaged"


Só nos está a faltar o suporte financeiro para manter este sonho. O que retiro deste filme é o de sempre: tenho que ser positivo, caso contrário arrisco-me a falhar.
Que o Cosmos esteja connosco. Queria tanto que desse certo!

Esta é privada, para um certo José que conhecemos: sinto-me tão verde!

Read more...

A Isabelinha do BA

Anteontem, por mero acaso, assisti (no PC, já se sabe, porque não tenho emissão de TV) a um debate curioso na SIC Noticias, com a participação de Isabel Jonet (do Banco Alimentar), Manuela Ferreira Leite e Rui Vilar (ex-administrador da Gulbenkian).
Eu não conhecia o pensamento de Isabel Jonet, mas julgava (ingénuo) que ela se posicionaria à esquerda da ex-líder do PSD e de Rui Vilar. Estava a fazer outras coisas enquanto escutava o debate, mas lá mais para diante arrebitei as orelhas. Será que estou a ouvir bem?
Não vos vou maçar com pormenores, mas aqui fica o link para o debate (através do 5dias.net), que entretanto se tornou viral.

Se não quiserem perder muito tempo, passem directamente para o minuto 39. É a partir daí que são ditas coisas surpreendentes. Tão surpreendentes que parecem igualmente surpreender os pares do debate.

Afinal não fui o único a ouvir os disparates desta senhora. Muita gente os terá ouvido e a coisa deu brado. Deixo-vos aqui duas reacções que me parecem justificadas, ambas do blog 5dias.net:
A comida não é uma arma;
Tia, ensine-me a ser pobre!

Sem necessariamente subscrever a totalidade dos textos que partilho, não posso deixar de aproveitar a oportunidade para manifestar a minha perplexidade pela falta de tacto com que os agentes políticos (ao contrário do que diz, Isabel Jonet é um deles) actuam nos dias que correm. Já é triste pensar que esta senhora, que nos habituámos a conhecer como coordenadora de uma acção filantrópica, tem estas ideias a tropeçarem-lhe nos miolos, agora, devia ao menos evitar vomitá-las na SIC Noticias, assim a sangue frio.
Estou desconfiado que foi um dos maiores tiros no pé dos últimos tempos (que têm sido pródigos em material desta natureza). Se o pessoal não se esquecer, estou desconfiado que na próxima campanha o volume de recolhas irá caír a pique.

Read more...

Utopia ?

>> segunda-feira, novembro 05, 2012



Eu sei que faltam aqui umas variáveis, nomeadamente saber quem e como sustenta as funções sociais do estado numa economia descentralizada, mas num cenário de catástrofe económica ambiental e social, talvez valha a pena seguir este plano. Há muito que percebi que a fábula do crescimento eterno não tem um final feliz. Tem que haver outros caminhos.

Read more...

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP