Hoje terminou o reconhecimento do UTSS

>> domingo, Agosto 28, 2011

Terminei hoje o reconhecimento do Ultra Trail Senhora da Serreta, que eu próprio inventei e que serei (provavelmente) o único a correr. Faltava-me correr os últimos 20kms e fui corrê-los hoje.
Se eu chegar a esta parte do percurso com pernas para gozar a paisagem, isto irá ser um grande prazer. O percurso acabou por saír de uma forma que cada km é mais bonito do que o anterior.
O verdadeiro início do percurso (quando já levo mais de 20km nas pernas) é quando chego à Agualva. Desde aí é sempre a melhorar. A subida ao Pico alto é uma beleza, a travessia até à Rocha do Chambre é magnífica, depois temos um troço de ligação de 2 km em alcatrão que não tem grande graça e entramos finalmente no troço final que é cada km mais fantástico do que o anterior.
Se chegar à Serreta em cima das pernas, vai ser uma intensa emoção. Chegarei lá com cerca de 6 horas de corrida e mais de 50km de percurso.
Estou ansioso.
Darei notícias.

Read more...

Lagoa do Ginjal

Por causa de uma cache que acabei por não ter conseguido encontrar, visitei a Lagoa do Ginjal. A lagoa estava um pasto, mas o caminho e as imediações resultaram nestas três fotos:

DSC_4328
Aqui ainda estava a caminho. Isto é um tipo de quadro que é frequente encontrar nesta ilha, mas que não deixou ainda de me atraír.

DSC_4329
Nesta imagem o que me chamou a atenção foi o cão em contraluz. Gosto da sensação de calor que temos ao olhar esta imagem. Era exactamente o que se sentia.

DSC_4330
Esta é uma ruína que se encontra na zona da Lagoa. A luz ajudou a fazer uma foto que me agrada.

Read more...

Para quem tenha ficado impressionado...

>> sábado, Agosto 27, 2011

Para os que manifestaram algum espanto com o post anterior, aqui fica a descrição do famoso UTMB, onde o Português Carlos Sá parece que ficou em 5º lugar: http://www.ultratrailmb.com/accueil.php
166km de distância, 9500m de desnível acumulado, com diversas passagens acima de 2500m de altitude. Ao pé disto, o que eu vou fazer é um passeio no parque.

Read more...

Ultra Trail Senhora da Serreta

>> quarta-feira, Agosto 24, 2011



Está a aproximar-se o dia em que irei de romaria à Senhora dos Milagres, na Serreta.
Como sou um bocado teimoso e um bocado abrutalhado, decidi fazer a coisa pelo caminho das pedras. Assim, aqui fica o desenho do percurso que terá uma distância total de 50.8km e um desnível positivo acumulado de 2.164m (além de 1.906m de descida acumulada).
Se eu conseguir (per)correr este percurso todo seguido, a Senhora da Serreta fica-me a dever uma.
A data prevista para o evento é 10 de Setembro.

Read more...

Sintra Portugal Pro

Uma grande foto do Pedro Macieira, num post sobre o campeonato mundial de Bodyboard, a decorrer na Praia das Maçãs.



Adorei as duas figuras do segundo plano, ambas com a mão na anca, uma com barriga proeminente, a outra parecendo imitá-la, olhando como que invejosas para a atleta que parece pedir aos céus uma boa prova. Excelente foto.

Read more...

Três soltas de Angra

>> segunda-feira, Agosto 22, 2011

DSC_4321
Marina de Angra, Igreja da Misericórdia e Pátio da Alfândega.

DSC_4322
Rua de Angra, com torres da Sé ao fundo.

DSC_4324
Vista nocturna da Marina de Angra do Heroísmo.

Read more...

Vejam bem o que vai nestas cabecinhas

>> domingo, Agosto 21, 2011

Artigo de opinião no Diário Insular (um dos dois importantes jornais locais):

"SEXO EDUCADO

O calor do verão excita os neurónios legislativos da secretaria regional da Educação. Com pouca descrição e menos intimidade ainda, em jeito de escapadela atrevida, procriam-se ali decretos, resoluções e portarias, sem olhar à paternidade ou bastardia dos visados.
Apanhados de surpresa, sem terem perdido decência alguma, os professores coram. Mais por raiva do que por vergonha. E os pais, impávidos ou distraídos, ainda não reagiram. Coitados, uns e outros são sempre os últimos a saber.
O facto foi consumado: toda a criançada vai ter educação sexual na escola. Obrigatoriamente. Quando os exames nacionais puseram a nu, mais uma vez, as fraquezas do sistema educativo regional, suas excelências da governação preferem investir no ensino das funções do sistema reprodutor. Não se questiona a opção, que suscitará mais entusiasmo nos fedelhos do que fórmulas matemáticas e regras gramaticais. Esse é o verdadeiro toque de sedução do insinuante currículo regional, cujo parto se prevê para as semanas mais próximas.
Vai ser lindo de ver. E mais ainda de ensinar. Imagino os materiais pedagógicos e recursos bibliográficos que serão disponibilizados a professores e alunos. Porque para estes fins, sintomáticos da modernidade que avassala a região, nunca faltam os patacos.
Só assaltam dúvidas sobre a existência de aulas práticas e faltas de material. Seja como for, muito antes do final da escolaridade, os moçoilos saberão de cor e salteado o mais avançado manual de sexualidade, ou das afetividades, como eufemisticamente lhe chamam. Os papás podem ficar descansados: a escola é obrigada a prover a malta com preservativos e pílulas do dia seguinte."

Há dois aspectos que não posso deixar de referir, a propósito deste artigo que me deixou boquiaberto (para não dizer indignado):
1 - Os Açores (e nem sei se a Terceira em particular) são a região do país onde a prevalência da gravidez em menores é mais elevada. Porque será? Porque as moças estão bem informadas ou porque esta lógica do pecado e do esconde esconde faz com que cheguem as hormonas antes da informação?
2 - Para esta cabeça pensante (o autor do artigo), a educação sexual lembra-lhe palavras como "escapadela, excitação, bastardo, decência, corar, vergonha, pôr a nu, preservativos e pílulas do dia seguinte". Eis a prova de que a educação sexual faz falta nesta comunidade. Espero que as crianças (nas quais incluo os meus filhos) que forem educados de acordo com esta nova norma de terem educação sexual nas escolas consigam chegar a adultos com uma visão mais abrangente do que a deste quadrado autor de artigos de opinião.
No meu entender, educação sexual, obviamente, não é sinónimo de ensinar a procriar. Coisa que, de resto, como está demonstrado pelas tristes estatísticas, ninguém precisa de aprender na escola. Justamente a ideia é conseguir informar e responsabilizar as pessoas antes de fazerem algo de que venham a arrepender-se. Ora, para combater a bacoca atitude do pecado e do fazer de conta que não existe aquilo que o corpo se encarrega de apresentar, nada como uma política de responsabilização e informação. No caso dos meus filhos (9 e 5, os que podem ser abrangidos pela medida), estão informados directamente na família, mas sei que há muitos que precisam encarecidamente de ser informados e educados pela escola, justamente porque a quantidade de pais com uma visão castradora da educação sexual é elevada.

Read more...

Bons resultados sem "sticks and carrots"

>> sexta-feira, Agosto 19, 2011


Mais uma excelente apresentação no TED, que espero que venha a fazer escola.
Via Ricardo Belchior.

Read more...

Duas que faltavam

DSC_4313
Esta foi também das festas de S. Mateus, mas tinha ficado esquecida.

DSC_4319
Esta documenta a primeira incursão a uma zona da ilha que ando para descobrir há tempos: a Ponta Rubra, nas Doze Ribeiras. Desta vez não consegui lá chegar.

Read more...

Festas de S. Mateus

>> quinta-feira, Agosto 18, 2011

S. Mateus é uma povoação de que gosto muito, onde me sinto muito bem. É uma terra genuína, onde as pessoas são o que está à vista - o que pode não ser sempre bom, mas pelo menos não engana. O porto é o maior porto de pesca da ilha e tem um colorido e uma azáfama pitoresca que me atraem. Sempre que vou "rolar" as pernas, vou para aqueles lados e passo sempre por dentro do porto, indo saír já na zona do biscoito, quase no Terreiro de S. Mateus, que também é um local muito agradável.
À entrada de S. Mateus temos o Forte Grande que serve de sede à associação Gêquesta, que por sua vez promove uns excelentes jantares vegetarianos e venda de produtos hortícolas biológicos. Gostamos de passar por lá, porque o ambiente é muito solto, sem peneiras, francamente agradável.
Esta semana, S. Mateus está em festa. No passado fim-de-semana fomos até lá petiscar e ver as tascas. Aqui ficam alguns registos fotográficos dessa ocasião.
DSC_4303

DSC_4304

DSC_4308
Esta imagem captou-me a atenção pelo contraste entre a moça ali atrás, de porte altivo e saltos vertiginosos, e a figura Bruegheliana aqui da frente, como que ajoujado de vida.

DSC_4310
Se repararem na quarta foto deste post, encontrarão uma figura presente nesta foto. Parece que o tempo o faz rejuvenescer.

DSC_4312
Simão, animado como habitualmente.

Read more...

Conta da luz

>> quarta-feira, Agosto 17, 2011

Informações interessantes sobre a conta da luz. Neste caso, trata-se de uma conta especial, porque representa 45 dias de consumo e não um mês, como é habitual. Trata-se da primeira conta desta casa.
Actualmente temos tarifa tri-horária, mas não estamos ainda a fazer grandes alterações de consumo, excepto a utilização da máquina da roupa que só fazemos no período de vazio. Temos a cozinha integralmente eléctrica, sem gás. Só utilizamos gás para a água quente. Ora, isso obriga a que utilizemos a placa e o forno no período de ponta da noite inevitavelmente.
Consumos: 59 kWh na ponta, 106 kWh no cheio e 84 kWh no vazio. Isto dá as seguintes percentagens: Ponta - 23.7%, Cheio - 42.6%, Vazio - 33.7% (este número é irritante, porque representa o peso dos equipamentos em stand by durante a noite).
Custo fixo: 16.20€ (seria 14.70€ se a tarifa fosse plana, ou seja, tenho que conseguir compensar 1.50€ de diferença, nos 45 dias a que se refere a factura).
Custo do consumo: 29.69€, contra 33.76€. Uma diferença de 4.07€, à qual temos que retirar o tal 1.50€. No final dá uma poupança de 2.58€, por causa dos arredondamentos.

Agora vêm os consumos extra:
Taxa DRCIE, que nem sei bem o que é: 0.14€ (desprezável)
Audiovisual: 4.50€, ao qual acrescerá IVA (isto é um ultraje, eu pago TV cabo, porque raio tenho que pagar esta coisa?)

IVA a incidir sobre o somatório dos custos anteriores, incluindo a tal taxa (isto não é outra daquelas situações em que se cobra um imposto sobre um imposto?): 2.02€

Total: 52.54€, contra 55.23€ caso não tivesse tri-horário.

Conclusões:
1 - A tarifa tri-horária compensa, mesmo que não alteremos os nossos hábitos. Tenciono ir explorando as possibilidades de redução de consumos na ponta daqui para a frente, sobre as quais, se for caso disso, darei igualmente notícia.
2 - No caso desta minha factura especial, caso o IVA já tivesse a 23%, como foi anunciado pelo Tretas Coelho, pagaria 62.14€, ou seja um aumento de 9.60€. [Nota, na sequência de um comentário do Rogério: o IVA dos Açores será "apenas" de 20%, em lugar dos 23% do continente, assim o custo desta factura após a referida medida seria 60.63€, ou seja 8.09€ mais cara. Obrigado pela correcção, Rogério]
3 - A tal taxa do audio visual representou neste caso 8.9% da minha factura da luz. Suponho que este custo seja fixo, pelo que em facturas de menor montante representaria algo mais. Não será isto um exagero "colossal"?

Façam as vossas contas.

Read more...

Sé de Angra

DSC_4302
Uma perspectiva diferente das torres da Sé de Angra, vistas da Rua da Esperança, ao final de um dia de Verão.

Read more...

Festas da Praia

>> terça-feira, Agosto 16, 2011

Ultimamente ando completamente sem disposição para tratar fotos para publicar. Aliás, até para fotografar tenho tido pouca disponibilidade. Esta série é das festas da Praia da Vitória, que aqui se chama simplesmente a Praia, causando muitas confusões nas conversas.
DSC_4285
Aqui temos uma nuvem que achei particularmente fotogénica.

DSC_4289

DSC_4294
Nestas temos a Madalena com o seu ar de personagem de uma pintura do Gaugin.

DSC_4295
A Sata a chegar de outra ilha. Sempre um acontecimento.

DSC_4297
O Simão com o seu habitual ar entusiasmado pela vida. É uma lição este rapaz.
Amanhã há mais.

Read more...

Cólicas...

>> segunda-feira, Agosto 08, 2011

No carro, a caminho do aeroporto, onde os "mais velhos" iriam apanhar o avião que os levaria a Lisboa, pela primeira vez como UM's, a mãe falava dos efeitos que as situações de stress lhe causavam, designadamente enfiar dois filhos num avião e ficar em terra. O efeito eram as habituais cólicas. A Madalena disse que essas situações lhe faziam dores de barriga. A mãe disse que isso é que eram as cólicas. Diz o Lourenço após uns segundos de reflexão:
- Cólicas de Nárnia.
Gargalhada geral dentro do carro. Até o Simão se riu.

(Ver o avião elevar-se nos ares, levando os nossos dois filhos mais velhos lá dentro, causou-me uma angústia que me surpreendeu. Nunca tinha sentido de forma tão intensa a tal sensação de isolamento de que tantos falam.)

Read more...

Mais umas fotos da garotada

>> quinta-feira, Agosto 04, 2011

DSC_4261
Madalena, na Praia da Vitória

DSC_4264
Lourenço, "voando" na Praia da Vitória.

DSC_4267
Lourenço dentro de água

DSC_4276
Simão, explorando o Jardim Duque da Terceira, em Angra do Heroísmo.

DSC_4280
Retrato do Simão.

DSC_4281
Para quem ainda não soubesse, o Simão já anda. Muito e bem.

DSC_4283
Mais uma prova do mesmo facto.

Read more...

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP