Night stop

>> segunda-feira, Setembro 27, 2010

Night stop em LX, a caminho de um lugar improvável.
Aterragem nocturna.
Lisboa é uma cidade bela.
O palácio da Justiça é extraordinário, visto de cima, à noite. Como foi possível deixar a justiça chegar ao que está, com uma sede daquelas?
O Corte Ingles é horroroso.
Destacam-se também no skyline o edifício da TMN (Marconi) e a igreja de S. João de Brito.
Regressar à cidade onde nasci depois de ter estado pela primeira vez afastado dela por 10 meses é muito estranho. A noção de pertença quase desapareceu.
Vejo a cidade com olhos de turista, como sempre tentei fazer.
Lisboa é muito bonita.
Cuidem dela.
ZM

Read more...

Matias Simão

>> domingo, Setembro 26, 2010

O nosso Simão esteve durante muito tempo para se chamar Matias. Acabámos por nos decidir por Simão por pressão dos manos, que gostavam muito da figura do Simão dos livros da Estela e do Simão. Cá por casa chamamos-lhe muitas vezes Matias Simão.
Acontece que existe um monte na Terceira cujo nome é precisamente Matias Simão.
Ontem, também com o pretexto de irmos lá encontrar uma cache, subimos ao Matias Simão.

DSC_3006
Começamos por ter que percorrer cerca de 700m de uma canada que vai da estrada principal para a linha da costa, em direcção à elevação. Não tem nada que enganar.

DSC_3007
Vêem-se pelo caminho notáveis exemplares de arquitectura rústica, num cenário que merece a pena.

DSC_3008
Este é o monumento que se encontra no cimo do monte.

DSC_3009
A vista para Sul, de onde viemos a pé.

DSC_3010
A mesma vista, sem personagens.

DSC_3012
Agora a vista para Norte e para o mar. O mérito da beleza destas imagens, mais uma vez, é quase exclusivo da paisagem propriamente dita. Os céus Açorianos são dos mais belos do mundo.

DSC_3016
A jardineira cor de laranja não é a última moda em Paris, é o marsupial em que o gordo do Simão é transportado nestas aventuras. A mãe alanca, que eu levo a máquina fotográfica. Quando ele passar a andar às costas levo-o eu. Está prometido.

DSC_3019
Aqui só falto eu.

DSC_3020
O Lourenço numa pausa kit-kat.

DSC_3025
O telhado da casa de há pouco, que nos diz muito sobre a inclemência do clima invernal nestas ilhas.

Foi um passeio muito divertido, a vista lá de cima é fantástica e, mais uma vez, estou convencido que a percentagem de locais que já visitaram este miradouro é muito reduzida.

Read more...

Updates das crianças

>> sábado, Setembro 25, 2010

DSC_3000
Madalena, morenaça.

DSC_2999
Simão com os faróis acesos.

DSC_2998
Idem.

DSC_2996
Aqui, parece estar a querer vender o babete.

Read more...

Adenda à entrada anterior

>> sexta-feira, Setembro 24, 2010


Via comentários do Arrastão.

Read more...

Vive-se melhor nos países igualitários

Li na última edição do Expresso esta crónica do Daniel Oliveira e esperei que aparecesse algures online para poder divulgá-la.
Nem sempre concordo com o Daniel Oliveira, mas neste caso, estou convencido de que ele tem toda a razão.

"Vive-se melhor nos países mais ricos. Dita esta lapalissada, há um dado perturbante: a partir de um determinado nível de riqueza isto deixa de ser verdade. Garantido o essencial, o rendimento médio dos cidadãos deixa de ter qualquer efeito nos indicadores sociais e de saúde para o conjunto da sociedade." ler o resto...

Digo frequentemente que uma sociedade funciona tanto melhor quanto mais as pessoas escolhem o trabalho que pretendem desempenhar não tanto pela perspectiva do salário mas verdadeiramente porque se sentem motivadas a fazer o trabalho em si. Numa sociedade em que os salários não sejam tão absurdamente distantes uns dos outros isso será mais facilitado. Não é preciso que o director geral ganhe o mesmo que a telefonista, mas também não é preciso que um ganhe num mês o que a outra ganha em dois anos, e isso acontece em Portugal, como sabemos.
Compreendo em absoluto o mecanismo que torna uma sociedade globalmente mais feliz e funcional por se conseguir de alguma forma aproximar mais o "valor" das diversas pessoas.

Read more...

A mensagem da ministra

>> quarta-feira, Setembro 22, 2010

Já muito se falou na imprensa e na blogsfera sobre a mensagem da Ministra da Educação, Isabel Alçada. Para quem viva em Marte e ainda não tenha tido oportunidade de assistir à referida mensagem aqui fica:


Ao contrário do que tem sido dito por quase toda a gente, eu não acho esta mensagem tonta nem ridícula. Suponho que não tenha sido feita uma comunicação oficial, via serviço público de televisão, em horário nobre para todo o país, caso em que o tom "maternalista" seria sem dúvida despropositado; tendo a mensagem sido apenas colocada no site do Ministério da Educação, e dirigida aos alunos e pais em início de ano escolar.
Percebo nesta mensagem um desejo genuíno de dar um impulso positivo a quem está a começar o ano lectivo. Sendo certo que o tom é naïf e algo pueril, temos também que perceber que quem fala é a Isabel Alçada, não é a Manuela Ferreira Leite, que esteve no mesmo cargo quando eu ainda andava na escola. O único problema desta mensagem foi o facto de ter sido ridicularizada pelos mal-dispostos do costume. Fora isso, para os meus filhos, parece-me uma excelente mensagem de arranque do ano. Eu passo a vida a dizer-lhes exactamente as mesmas coisas. O meu tom pode não ser aquele, mas eu não sou a Isabel Alçada.

A escola precisa de ser vista com algum romantismo. Acho que esta forma feminina e maternal de lidar com o assunto só pode trazer benefícios.

Posto isto, não resisto a publicar igualmente um divertido vídeo feito por um aluno, inspirado naquela mensagem:

Read more...

Três soltas

>> quinta-feira, Setembro 16, 2010

DSC_2988
Uma outra versão da vista do Farol das Contendas.

DSC_2981
O veleiro Açor, na largada da regata ao Topo: Angra, Topo de S. Jorge, Angra.

DSC_2979
Santuário da Senhora dos Milagres, na Serreta. A ilha toda convergiu em romaria a este santuário no fim de semana de 11 de Setembro. Eu queria ter ido e voltado a correr, o que dava uma maratona, mas este ano não me senti com volume de treinos que o permitisse. Para o ano, pretendo cumprir esse objectivo.

Read more...

Farol das Contendas

>> terça-feira, Setembro 14, 2010

DSC_2989
Vista do Farol das Contendas, tomada a partir dum local onde fomos parar por causa do Geocaching.
Talvez publique mais tarde outras versões desta vista, mas esta foi a que mais gostei.

Read more...

Adenda à entrada anterior

>> terça-feira, Setembro 07, 2010

DSC_2914

Museu do Vinho - Biscoitos - Terceira - Açores

Read more...

A Festa do Vinho dos Biscoitos

>> segunda-feira, Setembro 06, 2010

DSC_2910
Os Biscoitos é uma povoação, do lado Norte da ilha Terceira, onde há uma conhecida e frequentada zona balnear, muito bonita.

DSC_2913
Outro dos valores desta povoação é o vinho dos Biscoitos, que tem muito em comum com o vinho de Colares, até no sabor, um pouco seco.

DSC_2917
No Sábado passado, fomos assistir ao arranque das vindimas, com uma festa folclórica, muito divertida. Quando chegámos ao museu do vinho, já tinha partido o carro de bois que foi à vinha buscar as uvas para moer.

DSC_2918
Chegámos a tempo de ver chegar as uvas. As cepas crescem nuns "cerrados", se assim se podem chamar, limitados por muros de pedra e com o chão também coberto dessa pedra preta. As pernadas das cepas estão espalhadas sobre as pedras vulcânicas e recebem delas o calor acumulado. Num lugar onde o Sol nem sempre abunda, é uma forma de as aquecer.

DSC_2919
Deve ser por isso que este vinho sabe tanto a rocha, a chão e simultaneamente a maresia, um pouco como o sabor do de Colares, que partilha com este essa forma improvável de crescer sobre um solo que parece tão pouco fértil. As uvas crescem à custa de trabalhos e da força da antiga lava. Isso sente-se no vinho branco dos Biscoitos como se estivéssemos a beber a seiva da terra.

DSC_2922
Ver "fazer" este vinho, fez-me perceber melhor o quanto é um produto especial e inigualável.

DSC_2923

DSC_2933
Toda a gente foi calcar as uvas, com os pés descalços. Os meus dois filhos mais velhos não se fizeram rogados e também por lá andaram a transformar as uvas em sumo.

DSC_2935

DSC_2936
A colecção dos sapatos.

DSC_2947
Conversa de dentro para fora do tanque de pisar.

DSC_2948
Depois entrou o grupo da cantoria para animar quem pisava.

DSC_2951

DSC_2955

DSC_2958

DSC_2959

DSC_2960
Os resistentes... entre os quais, claro, a Madalena.

DSC_2962
Finalmente, o sumo a jorrar, para encher as vasilhas, onde será depois transformado em vinho.

Para quem queira provar um produto único no mundo, é apressarem-se a ir lá e trazerem algumas garrafas, porque dentro de muito pouco tempo já não haverá quem continue esta tradição.

Galeria completa aqui.

Read more...

To bend the curves



Porque eu queria muito que o personagem do post anterior tivesse direito a viver num mundo em que isso ainda seja possível, não me canso nem cansarei de divulgar estas apresentações. Não me venham com ruído sobre a falsidade dos dados do aquecimento global ou os mitos sobre os "green jobs". Isso, claramente, não passa de ruído.
Estamos à beira do abismo, já muito para lá da vedação de segurança. Não podemos continuar a perder tempo com questões secundárias.

Read more...

Charme

DSC_2967
Lourenço com o seu novo look Laurie Anderson.

DSC_2966
Espalhando charme.
Fotos feitas nos Biscoitos, ilha Terceira, Açores.

Read more...

Um salto à Praia

>> quarta-feira, Setembro 01, 2010

Na Terceira, quando se fala na Praia quer-se quase sempre dizer a Praia da Vitória e não uma praia qualquer. Até porque praias propriamente ditas, não há cá muitas.
Para quem ande confundido, por ter lido o guia do Expresso sobre a região, Praia da Vitória é uma das duas cidades que tem esta ilha e sede de um dos seus dois concelhos. A outra cidade é Angra do Heroísmo (e não Angra dos Reis, como aparece referido no tal guia, a páginas tantas).
Estas fotos foram feitas numa ida à Praia da Vitória, na qual apanhámos uma violenta chuvada na Serra do Cume e logo depois deu para um banho na praia. Coisas dos Açores.

DSC_2907

DSC_2908

Read more...

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP