Real Estate

>> domingo, Novembro 23, 2008

Dois amigos de longa data tomaram recentemente uma decisão que muitos de nós gostaríamos de ter a coragem de tomar: compraram uma carrinha-casa, desfizeram-se de tudo o que tinham e soltaram amarras. Andam algures pelo mundo, certamente mais felizes do que se tivessem preferido a segurança de se manterem por cá a maldizer o dia a dia.
Têm, por enquanto, uma única ligação ao porto, que não conseguiram quebrar por força do mau estado do mercado imobiliário: o apartamento onde viviam, em Belém.
Para o caso de haver interessados na aquisição de um apartamento com "muito boa onda", a minutos a pé dos pastéis de Belém, com uma vista invejável sobre o rio Tejo, aqui fica o link com a descrição e fotos. Está à venda, mas não sei ao certo o número.
Apartamento em Belém.

Infelizmente não tenho comissão, mas se o futuro comprador aparecer por via do Arrumário, no mínimo vou exigir uma dúzia de Pastéis de Belém e um calendário de 2009 autografado pelo PR.

A transformação que fizeram neste apartamento foi absolutamente fantástica. Lá dentro respira-se bom ar e uma energia particularmente positiva. É daqueles locais onde apetece ficar muito tempo. Se andasse a procurar um T2 para aqueles lados, considerava seriamente uma visita a este e acho que não saía de lá sem deixar um sinal ao vendedor. Espalhem a notícia, porque é um desgosto ver um apartamento com estas características sem ninguém lá dentro a morar.
ZM

Read more...

A banha da cobra

>> sábado, Novembro 22, 2008

A notícia do carro eléctrico patrocinado pelo governo português é no mínimo curiosa.
Destaco a frase: "...o Governo pretende que 20 por cento da frota automóvel do Estado tenha emissões zero a partir de 2011"
Emissões zero de quê? De gases de escape? Isso talvez, mas se tivermos em conta que a quase totalidade da electricidade produzida em Portugal provém de centrais térmicas, com rendimentos abaixo dos 40%, é fácil perceber que por cada Km andado nestes carros, com base em energia da nossa rede eléctrica, estaremos a emitir mais do dobro do CO2 que emitiríamos se andássemos num carro convencional a gasolina ou a gasóleo.
Onde estes carros circularem, teremos um ar todo "limpinho", à custa de mais do dobro da poluição em Sines, Setúbal ou Abrantes.
Deixo aqui uma referência ao acaso:
"Power plants burn a third of the fuel in the world. They account for a third of the CO2, therefore, released from the burning of fossil fuel. In my own country they release two thirds of the sulphur oxides and a third of the nitrogen oxides. What's more, every unit of electricity you save at the point of use saves typically three or four units of fuel, namely coal at the power plant. And in socialist or developing countries that ratio is more like five or six to one.", retirado de http://www.ccnr.org/amory.html

O carro eléctrico, no panorama actual, é uma fraude. Teremos provavelmente ainda muitos anos pela frente antes de podermos ter electricidade mais limpa do que o combustível fóssil queimado directamente no motor do carro.
Só não percebo se este projecto é fruto de ignorância ou é mesmo um caso grave de venda da banha da cobra.
ZM

Read more...

Partir para Ficar

>> sexta-feira, Novembro 07, 2008



Ando com esta banda completamente em repeat.
Vou ter que ir para os Linda Martinómanos Anónimos.
Se houvirem falar de um concerto, avisem que eu já estou a caminho.

Obrigado Sara pelo Olhos de Mongol. Estou em parafuso com estas cantigas!

Read more...

Duas notas muito breves

>> quarta-feira, Novembro 05, 2008

Apenas 2 muito breves notas positivas:
1 - Congratulo-me com a mudança política nos Estados Unidos da América. Penso que estamos a viver uma época que ficará bem gravada nos livros de história e acredito que o resultado desta eleição, no momento que já estamos a viver, vai trazer para o mundo uma energia de mudança muito positiva.
2 - O curso que estou a fazer - Sustainable Energy Systems - é absolutamente extraordinário e apaixonante. Embora isso não me surpreenda na totalidade, sei agora que Portugal tem gente fantástica nas universidades, desde professores a alunos e esta é também uma nota positiva que deixo aqui relativamente ao nosso país.

Num momento de crise como o que estamos a viver, sinto mais a excitação da oportunidade do que a angustia da mudança. Era só isso o que queria deixar aqui registado.

ZM

Read more...

Sobre este blog

Somos Sintrenses por adopção, daí o frequente interesse por temas relacionados com Sintra. Actualmente, vivemos na ilha Terceira, nos Açores, mais propriamente na cidade de Angra do Heroísmo, o que transformou este blog, de alguma forma, num canal privilegiado para ir dando a conhecer como é a vida no meio do Atlântico.

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP